Elite Turismo
Versão em Francês
  • Brasil
  • França
  • Europa
Versão em Francês

Paris, você sonhando acordado, desfrute como nunca desfrutou

  • BLOG
    BLOG


CURIOSIDADES SOBRE A PÁSCOA NA FRANÇA

Em todos os países de cultura cristã encontramos a tradição dos ovos de chocolate, mas cada nacionalidade tem suas particularidades, símbolos e formas específicas de celebrar a data, que representa a ressureição de Jesus Cristo.

Na França, todas as comemorações envolvem chocolate – também pudera, uma vez que a confeitaria do país é reconhecida em todo o mundo – mas existem algumas diferenças para as tradições às quais estamos acostumados no Brasil. Confira a seguir como é a Páscoa dos franceses.


A segunda-feira de Páscoa

Enquanto no Brasil o feriado é na sexta-feira, conhecida como sexta-feira da Paixão ou sexta-feira santa, na França o feriado acontece mesmo na segunda-feira, chamada de “segunda-feira de Páscoa” ou Lundi de Pâques, em francês.

Para entender melhor, precisamos recorrer à história: na Idade Média, toda a semana seguinte ao domingo de Páscoa era feriado, para que os peregrinos pudessem realizar uma viagem chamada de "Octave de Pâques", que consistia em ir e voltar de Roma. Em 1801, Napoleão, que na época era Primeiro Consul, emitiu um decreto declarando que apenas a segunda-feira (Lundi) seria feriado.


O ovo de Páscoa



O grande destaque também é o ovo de Páscoa que, aliás, foi uma criação de origem francesa. No país, este costume de presentear com ovos existe desde a antiguidade e começou com os povos do mediterrâneo, leste europeu e do oriente. Depois de séculos, a tradição se manteve e um de seus significados é celebrar a chegada da primavera. No passado, os ovos eram de galinha e não de chocolate, e simbolizavam – assim como hoje – o princípio da vida, representando a ressureição de Jesus Cristo. Estes ovos eram decorados e pintados e, portanto, um presente simbólico, já que não eram consumidos.

Os ovos de chocolate surgiram apenas no século XVIII. Hoje em dia, podemos encontrar ovos que são verdadeiras obras de arte feitas com chocolate nas melhores confeitarias de Paris


O coelho de Páscoa



Em muitas regiões francesas o coelho é o animal símbolo da Páscoa, como no Brasil. Em outras, a representação fica por conta da galinha, pois esta ave faria mais sentido, uma vez que o coelho não bota ovo. Há ainda locais que utilizam o cordeiro como representante, que seria uma referência ao ato de Moisés sacrificar um cordeiro para homenagear e agradecer a Deus pela libertação dos hebreus da escravidão no Egito. O cordeiro pode simbolizar também Jesus, o cordeiro de Deus que morreu na cruz para libertar os homens de seus pecados.

Em Paris, as pessoas da cidade organizam uma grande caça aos ovos de Páscoa. Os adultos escondem mini ovos de chocolate e as crianças saem à sua procura com cestas nas mãos. É uma grande festa, onde todos se divertem, independente da idade!

Na Alsácia, região administrativa da França localizada a leste do país, junto às fronteiras alemã e suíça, a tradição é a de que o coelho traz os ovos para as crianças e que eles os colocam em ninhos (dentro de casa ou nos jardins) e as crianças precisam procurar por eles. É uma brincadeira muito divertida e que envolve toda a família!

Em Bessières, uma comuna francesa no departamento de Haute-Garonne, no sudoeste da França, e também em Mazeres, outra comuna francesa na região administrativa de Midi-Pyrénées, no departamento de Ariège, na Segunda-feira de Páscoa os cavaleiros da Confraria Mundial do Omelete Gigante de Páscoa confeccionam uma omelete com 15.000 ovos!

Na Córsega, a quarta maior ilha do Mar Mediterrâneo, as celebrações de Páscoa são espetaculares: em Sartène são realizadas várias procissões; em Bonifacio, um penitente (uma pessoa cumprindo uma penitência – pena - para pedir perdão pelos seus pecados) com correntes nos pés percorre as ruas carregando uma pesada cruz ou uma estátua como representação da subida de Cristo ao calvário, durante a procissão do Catinaccio. Sua identidade é preservada por meio de um capuz que usa em seu rosto. Ao final da noite, todos participam juntos de uma tradicional refeição como forma de celebrar o convívio.


Os sinos de Páscoa



Existe uma grande lenda sobre a Páscoa na França que tem relação com sinos voadores. Os sinos tocam todos os dias como um convite para as pessoas irem à missa. Mas, de quinta-feira até sábado à noite, durante a páscoa, os sinos param de tocar como sinal de luto. Segundo a história, os sinos seguiam em direção à cidade de Roma em busca de bênçãos. Depois, eles retornavam no domingo para tocar em celebração à ressureição de Jesus Cristo, deixando cair pelo caminho ovos, galinhas, pintinhos e coelhos de chocolate para a alegria das crianças – e também dos adultos, é claro!


A refeição de Páscoa



Como no Brasil, na Sexta-feira Santa evita-se o consumo de carne. Portanto a proteína presente nas refeições francesas deste dia também é o peixe.

O prato tradicional do almoço francês do domingo de Páscoa é o carneiro, que é um dos símbolos da Páscoa na França. Com o carneiro é possível uma infinidade de receitas, mas mais preferido e mais comum na mesa dos franceses é o feito com legumes da primavera, que pode apresentar variações acrescentando alcaparras, azeitonas, aspargos, alho poró, entre outros ingredientes.


Feliz Páscoa!


Este é um momento de estar com a família, todos juntos em união, cada povo com sua tradição, independente de suas crenças para celebrar com alegria a vida e agradecer por tudo!

Nós, Jan, Grazi e todos da equipe da Elite Turismo, desejamos a você e sua família uma feliz e abençoada Páscoa!


DATA: 14/04/2017

Deixe um comentário