Elite Blog

FILTRAR AS CATEGORIAS

VINCENT VAN GOGH EM PARIS E REDONDEZAS

02/12/2016

Considerado um dos maiores pintores já existentes e com os seus quadros atualmente avaliados entre os mais caros do mundo, Vincent Van Gogh, apesar de holandês, passou grande parte de sua vida na França, tendo o local como fonte de inspiração para muitas de suas pinturas. A seguir, você poderá conhecer um pouco mais sobre a vida do pintor e descobrir os locais de maior importância para suas obras.


HISTÓRIA

Considerado um dos maiores pintores do mundo, Vicente Van Gogh nasceu em Zundert (Holanda) no dia 30 de março de 1853. Parte de uma família de classe média alta, ele tinha cinco irmãos (dois meninos e três meninas) e nutria fortes laços de amizade e companheirismo com Theo, o seu irmão mais novo.

Apesar de desenhar desde a infância, somente por volta de 1880 que ele passou a dedicar um tempo maior à pintura, retratando cenas do cotidiano com uma temática sombria e obscura.

Sofrendo de depressão e de graves crises nervosas, o pintor passou longos períodos de sua vida em solidão e insatisfação pessoal. Sentia-se um fracasso por não conseguir se sustentar sozinho e depender financeiramente de seu irmão, Theo. Além de não conseguir reconhecimento profissional.

Inspirado por sua primeira obra de arte "Comedores da Batata", em 1886 ele decide mudar-se para Paris e morar com o seu irmão. A cidade acaba se tornando um local de grande importância para sua carreira, pois é aonde ele conhece importantes pintores do impressionismo, que acabam influenciando suas próximas obras de arte - elas passam a receber tons mais claros que as anteriores.

No ano de 1888, Van Gogh decide morar na cidade de Arles, no sul da França, se estabelecendo em uma pequena casa amarela (retratada em algumas de suas pinturas), local aonde ele pinta o único quadro que conseguiu vender em vida: “A Vinha Encarnada”.

A falta de recursos financeiros que o privava de uma alimentação adequada e o seu precário estado psicológico acabam por desencadear um episódio traumático em sua história: após uma discussão com um amigo, o pintor acaba cortando a própria orelha e entregando-a embrulhada em um lenço para uma amiga. É após esta ocasião que ele pinta uma de suas obras mais famosas: o “Auto-retrato com a orelha cortada”.

Em 1889, com o seu estado psicológico cada vez mais fragilizado, ele acaba internado em um hospital psiquiátrico em Saint-Paul-de-Mausole, em Saint-Rémy-de-Provence. Nesta época, Van Gogh realiza várias pinturas inspiradas no jardim da propriedade, com uma mudança marcante de estilo: passa a pintar com curvas em espirais. É neste período que ele pinta mais uma de suas obras muito famosas: “A Noite Estrelada”.

No ano de 1890, o artista se muda para a cidade de Auvers-sur-Oise, uma pequena cidade perto de Paris, para ficar mais próximo de seu irmão e ser tratado por um prestigiado médico da localidade, o doutor Paul Gachet.

Ele mora na cidade por apenas 70 dias e esta época é marcada por uma grande inspiração artística, na qual ele pinta cerca de 70 quadros. No entanto, sua situação depressiva não regride e ele acaba atirando em seu próprio peito. Ele chegou a ser levado para o hospital, mas a bala não pôde ser retirada e ele acabou morrendo nos braços de seu irmão dois dias após o episódio, no dia 29 de julho de 1890. O corpo do pintor encontra-se sepultado no cemitério da cidade.

Somente após a sua morte, no ano de 1901, após uma exposição de suas obras em Paris, o pintor passou a ser reconhecido como um grande artista e gênio. Infelizmente seu irmão Theo, o seu maior apoiador, também não chegou a presenciar o sucesso do irmão, pois ele faleceu seis meses após a morte de Van Gogh.

Atualmente, as obras do artista estão entre as mais caras da história e expostas nos museus mais importantes do mundo.


AUVERS-SUR-OISE

Esta pequena e calma cidade está localizada a aproximadamente 30 quilômetros de Paris e é conhecida atualmente por causa do pintor Vicent Van Gogh.

Uma das principais atrações do local é a pousada Auberge Ravoux, a moradia do artista em sua curta temporada na região. A propriedade foi tombada como monumento histórico e preserva suas características originais. Ao visitá-la é possível conhecer o quarto onde o pintor dormia, pintava e morreu após atirar em seu próprio peito. Além disso, percebe-se a simplicidade com que ele vivia, já que passava por grandes dificuldades financeiras, por não ter obtido sucesso em vida.

Durante a visita, também é possível percorrer um corredor com painéis que retratam como foi a estadia do pintor na cidade e assistir a um vídeo que mostra as obras realizadas no local com trechos de cartas escritas por Van Gogh.


Além disso, os visitantes podem percorrer as ruas da cidade, conhecendo as paisagens e cenários retratados nas obras do pintor. E, para facilitar a identificação, há placas que reproduzem as pinturas originais em frente aos locais.


Destaque para a imponente catedral da cidade Auvers- Sur-Oise, retratada por Van Gogh em sua obra a “A Igreja de Auvers”.


Também pode-se visitar o túmulo do pintor no cemitério da cidade, pois ele está enterrado no local, ao lado de seu irmão Theo.

A cidade possui ainda algumas outras atrações que não estão relacionadas a Van Gogh, tais como: o castelo de Léry, o museu do absinto e o atelier do pintor paisagista Daubigny.


QUANDO IR?

É possível visitar a cidade em qualquer época do ano. No entanto, o museu dedicado ao pintor na pousada onde ele morava permanece aberto somente nos meses de março a outubro, das 10h às 18h. Além disso, ele não abre nas segundas e terças-feiras. Por isso, para conhecer todas as atrações, aconselha-se programar o passeio para este período.


COMO IR?

Como a cidade está localizada a aproximadamente 30 quilômetros de Paris, ou seja, um trajeto bem curto, você tem basicamente duas opções: pode ir de trem ou contratar uma empresa particular.

- Trem:

nos meses de abril a outubro, aos sábados, domingos e feriados é possível ir até a cidade em um trem direto partindo da estação Gare du Nord, em um trajeto de pouco mais de meia hora. No entanto, para ir à cidade durante a semana ou nos finais de semana de novembro a março, o trajeto é diferenciado, portanto é preciso se informar sobre estes detalhes.

- Empresa privada:

contratar um tour com uma empresa que te levará até a cidade e de volta para o seu hotel no final do passeio com todo o conforto e segurança. A Elite Turismo, por exemplo, oferece o passeio completo à região e coloca à sua disposição um motorista guia bilíngue para te acompanhar ao longo de todo o tour e depois te trazer de volta para Paris com toda a segurança.

Ficou com vontade de conhecer, certo? Aproveite para programar o seu passeio com antecedência para a temporada do próximo ano.

RECEBA AS NOVIDADES!

Preencha o formulário e fique atulizado com as notícias e dicas do Elite Blog, e as novidades e promoções da Elite Turismo.

Contato

Ligando do Brasil

Reserve pelo Whatsapp

+33650174614

+33699661776

Ligando da França

0650174614

0699661776

Ligando da Europa

+33650174614

+33699661776