Elite Blog

FILTRAR AS CATEGORIAS

ENCANTE-SE PELO MUNDO DE MONET EM GIVERNY

02/08/2016

Giverny é uma cidade a 75 km de Paris, na França, onde se encontra a casa em que o famoso pintor Claude Monet viveu e os jardins por ele cultivados.

Monet morou e pintou no local por 43 anos, entre 1883 até sua morte, em 1926. A casa, a princípio, era alugada. Depois, foi comprada e o próprio pintor criou o lindo jardim que podemos observar em Giverny e em suas inúmeras obras de arte. Ou seja: ele produziu o próprio cenário que serviu de inspiração para várias de suas pinturas!

A CASA

A encantadora casa de dois andares foi restaurada após a Segunda Guerra Mundial, pois muito havia se perdido, para preservar a memória do pintor e retratar com exatidão os elementos, objetos e cores dos cômodos da época em que sua família composta por 10 pessoas (Monet, sua esposa Alice, seus seis enteados e dois filhos legítimos) habitava a residência.

No andar térreo você poderá observar a antessala, a sala de jantar, a cozinha e o ateliê de Monet, de onde ele observava seu encantador jardim. Você ficará admirado com a vista que se tem do local com a luz banhando o ambiente através das enormes janelas e a reprodução das obras do pintor espalhadas pelas paredes.

Já no andar superior encontra-se o quarto de Monet, o quarto de Alice e sua delicada coleção de gravuras japonesas, que estão espalhadas nas paredes dos cômodos e corredores.

Infelizmente não é permitido fotografar o interior da casa, por isso aproveite o seu passeio com calma para guardar os detalhes em sua memória.

OS JARDINS

Ao visitar os jardins você descobre o incrível paisagista que Monet foi. Aliás, ele considerava-os como suas verdadeiras obras de arte e suas fontes de inspiração. Existem 250 quadros do artista inspirados nesses magníficos jardins.

A propriedade é composta por dois tipos diferentes de jardins, o Clos Normand e o Jardim das Águas, que se completam perfeitamente. O primeiro localizado logo em frente à casa de Monet e o segundo localizado na outra extremidade, com acesso por uma passagem subterrânea.

Os visitantes podem percorrer as ruas laterais de cascalho de uma parte a outra admirando todo o jardim , no entanto não é permitido entrar em espaços internos que estão fechados ao público, para que sejam preservados.

Clos Normand

Estende-se em frente à casa em dois grandes canteiros repletos com as mais variadas espécies de flores, em tamanhos e cores diferentes. Possui ainda arcos de ferro na cor verde para que as trepadeiras possam crescer e se espalhar.



O Jardim das Águas e a Ponte Japonesa

Localizado do lado oposto da casa, esse incrível jardim teve sua criação inspirada no Japão e consiste em um magnífico lago, com diversas espécies aquáticas, principalmente ninfeias. Além disso, ao redor do lago Monet plantou diferentes espécies de árvores e plantas, tais como salgueiros, bambus, chorões, entre outras.

Um dos grandes destaques do jardim aquático é com certeza a ponte japonesa: confeccionada em madeira e pintada na cor verde, ela confunde-se com a paisagem e produz reflexos belíssimos na superfície da água.

De cada cantinho temos uma visão diferente do local. Além disso, as luzes e reflexos mudam ao longo do dia conforme a posição do sol e do vento e é possível entender perfeitamente porque Monet pintou o mesmo cenário tantas vezes.

E se durante a sua viagem você quiser ver de perto as obras inspiradas nos jardins, pode visita-las no Museu de l’Orangerie e no Museu de Orsay.

QUANDO IR?

Um jardim como esse fica esplêndido na primavera, como você pode imaginar, portanto prefira esta estação para programar sua visita – a primavera na França começa no final de março e vai até o meio de junho. Mas, se você não puder ir nesse período, não se preocupe: o jardim fica aberto para visitação até o final de outubro e a visita vale realmente a pena em qualquer época! A cada mês o jardim fica diferente, pois são várias as espécies de flores que lá se encontram e cada uma tem seu período de florescer. Então, cada visita é uma experiência realmente única e especial!

COMO IR?

Você tem basicamente duas opções: pode ir de trem até Vernon, numa viagem que leva cerca de 45 ou 50 min, e de lá você pode pegar um táxi ou um ônibus até Giverny. Ou você pode contratar uma empresa particular para te levar do hotel a Giverny e depois de volta para o seu hotel em Paris, com mais conforto e segurança. A Elite Turismo, por exemplo, realiza esse serviço e também a compra antecipada dos ingressos para que você possa aproveitar o seu passeio sem a preocupação de enfrentar as longas filas para comprá-los, principalmente na alta temporada.

INFORMAÇÕES GERAIS

Endereço: 84 Rue Claude Monet, 27620 Giverny, França

Temporada: 25 de março a 1º de novembro / Das 9h30 às 18h00 com a última admissão às 17h30;

Preços: O ingresso custa 10,20 Euros para adultos, crianças (a partir de 7 anos) e estudantes pagam 7,20 Euros e crianças menores de 7 anos não pagam ingresso.

RECEBA AS NOVIDADES!

Preencha o formulário e fique atulizado com as notícias e dicas do Elite Blog, e as novidades e promoções da Elite Turismo.

Contato

Ligando do Brasil

Reserve pelo Whatsapp

+33650174614

+33699661776

Ligando da França

0650174614

0699661776

Ligando da Europa

+33650174614

+33699661776