Elite Blog

FILTRAR AS CATEGORIAS

CASTELO DE CHAMBORD – O GIGANTE DE PEDRA

12/05/2017

O Castelo de Chambord - ou o gigante de pedra, como é carinhosamente apelidado devido a sua grandiosidade - é o maior palácio do Vale do Loire (com uma fachada de 156 metros) e um dos mais visitados (recebeu mais de 700 mil visitantes em 2016). Sem dúvidas, uma das construções mais bonitas e imponentes da região!

Está estrategicamente localizado em uma área ampla, rodeado por um parque arborizado com mais de 50 km², pois foi construído no início do século XVI a pedido do rei Francisco I para servir como castelo de caça.

Propriedade do governo francês desde 1930, ele foi classificado como monumento histórico em 1840 e reconhecido como Patrimônio da Humanidade pela Unesco no ano de 1981.

Um lugar indispensável para incluir em um roteiro pela região do Vale do Loire!



A HISTÓRIA

Imagem: Salamandra- símbolo do rei Francisco I, presente em vários locais de Chambord

A construção do castelo teve início no ano de 1519, a pedido do rei Francisco I, que desejava utilizá-lo como um pavilhão de caça – um local isolado para caçar com seu círculo de amigos íntimos. Alguns historiadores acreditam que Leonardo da Vinci foi o responsável pelo desenho original do local, pois foi neste mesmo período que o rei retornou de uma viagem à Itália trazendo para a região o grande mestre com ele.

Apesar de ter sido o idealizador do local, o rei passava pouco tempo no castelo - estima-se que ele não deve ter passado mais que sete semanas lá, em curtas temporadas. Cada visita real em Chambord era um grande acontecimento: cerca de duas mil pessoas iam junto com o rei para o palácio e todos os móveis e suprimentos eram transportados em uma caravana e depois retirados quando partiam.

Após a morte de Francisco I em 1547, o castelo ficou completamente abandonado por quase 80 anos.

Em 1626, o Duque de Orleans iniciou a restauração da construção e realizou a aquisição de novas terras quando ele recebeu a propriedade de seu irmão, o rei Louis XIII e passou a viver no local, cumprindo uma pena em prisão domiciliar por ter sido acusado de conspiração.

Em 1639, Luís XIV continuou as melhorias e reformas no palácio. Além disso, mobiliou alguns aposentos e acrescentou um estábulo para 300 cavalos.

O local ganhou vida nova quando em sete ocasiões, de 1660 a 1685, geralmente no outono, Luís XIV desfrutou de estadias com sua corte em Chambord realizando caçadas, bailes, festas e representações teatrais (foi no castelo que Molière e sua equipe de teatro representaram duas importantes peças para o rei “O Avarento” e “O Burguês Fidalgo”).

Ao longo dos próximos anos, a propriedade vai alternando entre momentos de glória e de abandono, ora habitado por nobres e reis, ora esquecido. Durante a Revolução Francesa, o local foi depredado, os móveis, os painéis das paredes e até mesmo o assoalho foram vendidos somente pelo valor de sua madeira.

Chambord foi ainda utilizado como hospital de campanha durante a guerra franco-prussiana e abrigou diversas obras de arte do Museu do Louvre durante a Segunda Guerra Mundial, incluindo a “Mona Lisa” e a “Vênus de Milo”. Em 1930, o palácio torna-se propriedade do governo da França, mas é somente após a Segunda Guerra Mundial que ele é restaurado e posteriormente aberto ao público para visitação. 



PALÁCIO

Com um desenho em formato de cruz grega, Chambord chama a atenção por sua imponência e sua beleza: são 156 metros de comprimento e 56 metros de altura de uma estrutura rica em detalhes, que mistura a arquitetura medieval francesa com a renascentista italiana clássica.

O seu belíssimo telhado é uma de suas particularidades que mais chamam a atenção: construído com torres e chaminés de diferentes tamanhos e formas, pode ser acessado a partir do terceiro andar e proporciona uma vista espetacular de toda a propriedade e do entorno de Chambord. 

A majestosa construção possui um total de 426 salas, 77 escadas, 282 lareiras e 800 colunas esculpidas. No entanto, o seu interior nunca foi totalmente mobiliado.

Atualmente, 60 salas estão abertas ao público, tais como a sala das carruagens, os aposentos de reis e rainhas, a capela, o salão de audiência, entre outros. Durante o tour, o visitante pode apreciar móveis, objetos de arte, tapeçarias e pinturas em uma coleção com mais de 4.500 objetos da época em que reis e nobres frequentavam o local. 

Por ter sido criado para servir como um pavilhão de caça, a sua decoração teve este tema como inspiração.

A curiosa escada em espiral localizada no centro do palácio e que dá acesso aos três andares é certamente uma das atrações principais. Em formato de caracol, a escada é composta por duas hélices que são entrelaçadas, mas não se comunicam. Ela foi projetada supostamente por Leonardo da Vinci de forma a não permitir que duas pessoas se encontrem. Um mistério que diverte e fascina a todos os visitantes .

Outro detalhe que chama a atenção do visitante é o belíssimo teto do segundo pavimento, esculpido com as iniciais do rei Francisco I e a salamandra.  

Dica: Não deixe de assistir ao filme de 20 minutos, exibido no térreo, que dá uma breve visão geral do castelo.



PARQUE E JARDINS  

Chambord está cercado por um muro de 32 quilômetros e localizado no centro do maior parque florestal fechado da Europa (52km²), onde os reis e nobres costumavam caçar.

Atualmente abriga uma reserva nacional de caça e fauna selvagem, povoada por cervos e javalis que vivem em liberdade e podem ser observados pelos mirantes que ficam localizados nos 800 hectares de floresta que são abertas ao público.

Os visitantes poderão desfrutar de momentos agradáveis ao ar livre explorando e admirando as áreas verdes em Chambord. O rio ao lado do castelo tem uma trilha elegante para caminhadas e pedaladas. Além disso, do início de abril ao início de novembro é possível alugar bicicleta, barco, veículo elétrico ou mesmo realizar um delicioso passeio de charrete, com a duração de uma hora – nele, o cocheiro realiza explicações ao longo do circuito que é realizado por área normalmente fechada ao público, então vale muito a pena. 

Também é possível realizar a visita à reserva em um automóvel 4x4: com a duração de 1 hora, o passeio percorre uma área que passa por riachos, pradarias e arbustos, enquanto o guia apresenta informações preciosas sobre o manejo da flora e fauna selvagens. Se tiver sorte, você poderá inclusive observar alguns animais da região. Ao final do trajeto, poderá visitar a sala de troféus com mais de 400 peças expostas e observar os chifres de um mesmo cervo durante sete anos (todo ano, no final do outono ou início do inverno, os chifres dos cervos caem, portanto a cada novo ano, nasce um novo exemplar).

Jardins em estilo francês: 

(Imagem: site oficial www.chambord.org).

Projetados em 1734, os jardins formais em estilo francês transformaram o entorno pantanoso em frente à fachada principal do palácio em um belo cenário paisagístico e delimitam a transição vegetal entre a propriedade e a floresta. No entanto, durante a revolução de 1970, eles foram gradativamente reduzidos até restar apenas as áreas gramadas.

Após minuciosas pesquisas e um trabalho de mais de sete meses (finalizado em março de 2017), os jardins foram completamente restaurados e os visitantes podem descobrir o prazer de passear e contemplar o local que conta com 6,5 hectares, 618 árvores, 840 arbustos, 176 roseiras, 19 limoeiros em caixas, 10.928 plantas que delimitam as fronteiras e 18,874 m² de gramado. 



ATRAÇÕES

Imagem: Instagram @chateaudechambord

Exposições de arte, espetáculos noturnos, espetáculos equestres e diferentes animações agitam Chambord ao longo do ano. Como são eventos sazonais, indicamos que consulte as datas e eventos antes de agendar sua visita. Desta forma, poderá escolher uma atração que lhe agrade e programar o seu passeio no período de realização. 

INFORMAÇÕES GERAIS
Endereço: Château, 41250 Chambord, França.
Horário de Funcionamento: De abril a outubro, das 9h às 18h e de novembro a março, das 9h às 19h. Fechado na última segunda-feira de janeiro e nos feriados de 01 de janeiro e 25 de dezembro.

CHAMBORD ESTÁ À SUA ESPERA!

Venha visitar este encantador castelo com a Elite Turismo! Oferecemos um passeio completo com motorista guia bilíngue (português – francês) que te guiará do seu hotel até o palácio e depois de volta à Paris, com segurança e conforto. Além disso, nosso serviço inclui a assessoria para a compra dos ingressos antecipados para que você e seus acompanhantes não percam tempo nas filas e aproveitem o melhor que o castelo e a região têm a oferecer! Também é possível visitar conosco outros castelos do Vale do Loire e aproveitar ainda mais os encantos deste que é considerado um dos locais mais bonitos da França!

Fonte: www.chambord.org

RECEBA AS NOVIDADES!

Preencha o formulário e fique atulizado com as notícias e dicas do Elite Blog, e as novidades e promoções da Elite Turismo.

Contato

Ligando do Brasil

Reserve pelo Whatsapp

+33650174614

+33699661776

Ligando da França

0650174614

0699661776

Ligando da Europa

+33650174614

+33699661776